Terça-feira, 4 de Abril de 2006

2ª parte: E agora?

 

1. JOGO DA 1ª MÃO: Neste embate ibérico, disputado em Lisboa, assistimos a uma partida interessante. O Barcelona, como equipa poderosa que é, teve oportunidades flagrantes de golo desperdiçadas pelos seus atletas. Apesar do acerto defensivo da equipa encarnada, que se traduziu em marcações bem sucedidas às principais unidades criativas, a equipa blaugrana acercou-se com frequência da baliza de Moretto. Ao bloquear as investidas dos principais jogadores do clube catalão, aqueles a quem não era dispensado o mesmo cuidado iam penetrando na área ( recorde-se a título de exemplo o lance em que Van Bommell correu uma longa distância sem oposição). Neste aspecto, as desmarcações das principais unidades poderiam ser a chave do jogo na medida em que abrem espaço para a entrada dos centro-campistas Iniesta e Van Bommell. Felizmente, na semana passada verificou-se o desacerto na hora da finalização do visitante. É de enaltecer, todavia, a brava prestação dos encarnados. As marcações a Deco, Ronaldinho e Eto'o foram de uma grande eficácia merecendo desta forma elogios Ricardo Rocha e Beto. 

2. CONTINUAÇÃO (BETO) - Este centro-campista não é um prodígio técnico, todavia tal não é justo ser-lhe exigido. Ele cumpre com a sua função e tem sido competente nesse sentido. Moveu uma marcação acertada ao «mágico» e é uma ajuda preciosa nas decisivas «batalhas» de meio-campo. Está na hora de não criticarmos os nossos atletas, mas sim incentivá-los para que estes ponham em campo as suas melhores qualidades.

3. MORETTO: Outro caso de um mal amado dos benfiquistas, mas não nos podemos esquecer que este é um baptismo no futebol europeu para o guardião, tal como para Beto. Se são provenientes de clubes de ambições modestas é natural um período de adaptação que poderá ser mais ou menos díficil. Por vezes não deixa de ser desesperante o desacerto do brasileiro. Porém, demonstra que as qualidades estão lá ao fazer defesas de grande nível. Este é um homem da confiança de Koeman e também, reconhecendo que a experiência é muitas vezes fulcral na decisão das eliminatórias (nos detalhes), os outros dois elementos para este posto, apesar das suas qualidades, não tem igualmente traquejo internacional.

4. ANTEVISÃO: O Benfica teve uma prestação bastante meritória na 1ª mão, evidenciou acerto nas marcações, embora com alguma intranquilidade no 1º tempo. A equipa funcionou em bloco e apoiada, como um verdadeiro conjunto, criou barreiras que não foram desmoronadas pelos catalães. Na 2ª parte, e com a entrada de Miccolli, conseguiu ter momentos em que colocou a defesa adversária em sérias dificuldades ameaçando bater o campeão espanhol. É isto que se pretende para o novo duelo. Não nos podemos intimidar com eles e muito menos com o ambiente e a pressão que envolve a partida. Temos de ser heróicos , mostrar uma atitude positiva, de muita luta e concentração; teremos que pensar que se estamos nesta fase é porque também somos bons; recordar que, mesmo com alguma sorte no jogo, desperdiçamos oportunidades que nos poderiam dar a vitória; não esquecer ainda um pormenor decisivo e que nas minhas análises tento evitar porque para mim o importante é o espectáculo, a competição salutar sem intromissões alheias. Todavia, invariavelmente, estas existem e numa partida há sempre um terceiro interveniente directo: o Árbitro, aquela personagem de quem me escuso quase sempre a comentar. Porém, desta vez ele fez-se notar, ele tinha a sede da glória, ele desejava ser visto...e conseguiu. A equipa portuguesa foi notoriamente prejudicada. E isto não é uma opinião, é uma situação fáctica inequívoca. O árbitro inglês do auricular vai ficar eternamente gravado na minha memória. Ele com o seu estilo autoritário, do género da figura masculina intransigente e severa no seu meio profissional que chega a casa e leva pancada da mulher...

5. PRECE E DESEJO: Repetição da concentração exibida, do espírito guerreiro, mentalidade vencedora e contra-ataques rápidos e letais. Lembrem-se: Se marcamos um...CONSEGUIREMOS DERRUBAR ESTE GOLIAS DA TÉCNICA, AFASTAREMOS O CONJUNTO MAIS ATRACTIVO DA EUROPA...e nós, os adeptos rejubilariamos com um grandioso feito dos nossos gloriosos representantes!             

tags:
publicado por jaimepedrosa às 15:17
link do post | favorito
|
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

.mais sobre mim

.pesquisar

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ...

. Predestinação

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

.arquivos

. Junho 2009

. Julho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds