Segunda-feira, 19 de Junho de 2006

Million dollar baby

 

A história de uma lutadora nos ringues e na vida!

A protagonista após combater a fome e a pobreza, finalmente alcança o seu sonho ao fazer aquilo que mais desejava. O prazer que lhe davam os seus duelos tornou-se cada vez mais intenso. No derradeiro confronto que lhe poderia permitir atingir o título um golpe cobarde da rival arrastou-a para uma cama de hospital com uma paralisia total dos membros.

O fiel amigo que a conduziu ao sucesso não baixava os braços. Porém, o seu esforço nunca mais lhe devolveria a mobilidade.

Aborda-se o o polémico tema da eutanásia. Após lutas por triunfos, agora a luta era para desistir de uma triste e ingrata vida.

A força de vontade, o desejo de glória deram-lhe tudo o que sempre quis, ela foi feliz e o destino reservou-lhe uma injusta sentença executada pela sua vontade...

O Direito à Vida é o bem supremo pelo qual se deverá pugnar pela máxima defesa e isto parece-me totalmente concretizado numa vida sem dor e sem sofrimento. Assim, deveriamos ter a liberdade de lhe pôr termo quando tão dramáticos são os fins que o destino reserva...     

tags:
publicado por jaimepedrosa às 17:12
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 18 de Junho de 2006

Irão longe?

 

Contrariando a tendência da exploração da vertente táctica do jogo que por estas alturas poderá tornar-se monótona e não deixando de tecer uma breve consideração sobre o desempenho da equipa das quinas...

Contra o Irão, após frequentes tentativas dos nossos enviados diplomatas, resolvemos derrubar o regime actuando pelo uso da força. Luis Figo deambulou e descobriu o atirador do verdadeiro míssil desportivo que também foi nuclear para encontrar o justo vencedor da batalha.

tags:
publicado por jaimepedrosa às 12:47
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Junho de 2006

Psicologia do urinol!

 

Já alguma vez pensaram porque é que numa casa de banho pública a generalidade dos homens escorre os seus líquidos excedentários num recipiente habitualmente pequeno ou num prolongamento de parede?

Independentemente da beleza do destinatário dos ditos fluidos e da sua estética moderna ou rústica só os uso se a vulgar sanita, tal e qual ou semelhante à dos nossos lares, estiver ocupada com alguém que está numa posição ainda mais deprimente a sofrer para enviar alguma coisa para a liberdade...

Questionei-me sobre qual o fundamento do minha atitude conservadora.

Será que não sou suficientemente rebelde para fazê-lo contra a parede? Em casa temos uma sanita ou este receptáculo inovador? Dado ser resposta a primeira opção tudo indica que emerge no homem um sentimento revolucionário materializado neste acto de libertação. Parece-me que há um confronto entre o conservadorismo, a reserva de uma intimidade e o espírito rebelde e despudorado do utilizador do objecto que me fez reflectir aquando de uma visita a um quarto de banho de um estabelecimento público...

Será que Freud pensou neste tema? Parece-me um plausível objecto de uma tese de Mestrado...

Já para não falar nos escritos característicos das portas dos referidos WC`s...uma atitude triunfalismo ou inspiração súbita? Um tema igualmente relevante e potencialmente propiciador de acessos debates sobre o comportamente do ser humano...      

publicado por jaimepedrosa às 17:56
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Junho de 2006

Que paridade?

 

A contestação ao nosso Presidente começa pelo veto à Lei da Paridade.

Os defensores da Lei pretendiam uma quota mínima de mulheres nas listas para a Assembleia sob pena destas não serem admitidas.

Mulheres, não se deviam sentir inferiorizadas com a aprovação de um limite destes?

Sem dúvida que as mulheres são cada vez mais competentes e com capacidade para exercer cargos de responsabilidade. O mérito pessoal será suficiente para chegar ao lugar ambicionado. Em todas as profissões que exigem grau académico elevado as mulheres já estão a dominar, até são elas que constituem «maioria absoluta» nas faculdades.

Certamente que ocuparão o seu espaço sem estas quotas.  As discussões quanto ao sexo, discriminações sexistas e afirmações feministas são descontextualizadas da realidade em que vivemos...

DEIXEM-NO TRABALHAR! 

 

tags:
publicado por jaimepedrosa às 18:41
link do post | comentar | favorito

Ingratidão...

 

Frequentemente  surge a admiração por artistas de diversas áreas  não por ser conhecida a sua obra enquanto vivos, mas porque após a morte apreciamos parte da sua criação misteriosa, isto é, Homens de grande valia tem um reconhecimento póstumo.

Por vezes também, valorizamos alguém quando chega ao fim da existência e deixa de fazer parte das nossas vidas.  

Transpondo estas ideias para um plano concreto...

Quando finalmente, após tantos anos, surge um treinador competente na selecção nacional diversos portugueses desconfiados e esquecidos da sucessiva bandalheira que marca o percurso futebolístico do país questionam a qualidade do melhor comandante da história da FPF, o brasileiro Scolari.

Infelizmente, não é dado o devido valor a quem o tem e vive-se no elogio da mediocridade. A nossa falange de população embrutecida um dia será saudosista, mas aí já será tarde...

 

tags:
publicado por jaimepedrosa às 18:13
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Junho de 2006

No smoke!

A nuvem de fumo que se propagou está finalmente a assentar...

Finalmente surge algum consenso quanto à lei que proíbe fumar em estabelecimentos públicos, locais de trabalho e até nos comboios.

Nestes termos, parece que estamos em condições de ultimar os pormenores da Lei, aprovar e aplicar o diploma normativo.

É certo que agora os proprietários dos estabelecimentos não terão de policiar os clientes, mas apenas alertá-los. As coimas apenas tem como sujeito passivo o fumador. Este conteúdo parece-me razoável.

A proibição aplicar-se-á a bares, cafés e restaurantes com uma dimensão até 100m2. Ouvi esta notícia hoje de manhã e espero que não seja um limite porque é ridiculamente reduzido.

Aguardando por mais esclarecimentos e prometendo novas considerações futuras, na essência o teor agrada-me.

Desejo que se privilegie a saúde pública em detrimento de uma liberdade de fumar um cigarro que poderá ser consumada num espaço aberto sem prejudicar o cliente que não terá de se sujeitar a aguentar com o fumo expelido por outros...

 

tags:
publicado por jaimepedrosa às 18:57
link do post | comentar | favorito

O Pianista

 

Um filme que retrata a história de um judeu que consegue sucessivamente escapar à morte em plena 2ª Guerra Mundial.

O protagonista, ajudado por alguns amigos alemães, sobrevive aos horrores deste triste marco histórico.

O sofrimento deste povo é demonstrado no ecrã sem fugir à cruel realidade da época.

Uma acção exposta de forma nua e crua e que constitui um documento de qualidade e de um cariz histórico muito relevante para quem gosta do género e tem curiosidade de se aperceber do alcance e da aplicação brutal das ideias nazis do regime de Adolf Hitler.

 

tags:
publicado por jaimepedrosa às 18:39
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ...

. Predestinação

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

. Uma vida nova...

.arquivos

. Junho 2009

. Julho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds